top of page

No futebol, a zoeira é livre. Mas não é análise




As pessoas tem de separar o que é zoeira do que é análise séria baseada no que acontece no futebol e nas partidas. Em geral, torcedores lidam com estereótipos, não têm reflexão séria sobre esporte. Quanto o torcedor não sabe o que fazer pro time melhorar, começa a pedir raça. Às vezes acerta em parte, mas normalmente erra.


É um puta estereótipo dizer que os argentinos ganharam a Copa porque "tem raça". Chega a ser risível. Antes deste título, estavam há 36 anos sem vencer, e Messi era considerado um sujeito peidão, amarelão, que sumia na hora 'h', vomitava em campo, e não conseguia jogar com paixão. Os argentinos formavam panelas e derrubavam técnicos em meio à Copa do Mundo. Mas agora com o título vem a conversa de que há algo intrínseco neles que os leva a ter "garra" e "compromisso" rs Como se não tivessem salários milionários, não jogassem também fora do país, não fizessem tatuagens e pintassem cabelos, não comessem carne de ouro, não usassem tik tok etc.


Estereótipos, estereótipos, estereótipos.


Outra pseudo-explicação é dizer que o Brasil teve a alma destruída pelo 7 a 1 imposto pelos alemães no Mineirão. Mas depois de 2014, o Brasil ganhou duas Olimpíadas, Copa América e nunca caiu antes das Quartas-de-Final na Copa. Os alemães, pelo que me consta, tomaram de 6 a 0 da Espanha na Eurocopa 2020, e não passaram mais da fase de grupos das Copas do Mundo, vencendo apenas um jogo em seis disputados [da poderosa Costa Rica], sendo derrotados por México, Coréia do Sul e Japão. Pelos resultados pós 2014 não é bem o "mental" da seleção brasileira que está afetado. Além disso, nesta Copa não tínhamos em campo nenhum jogador que atuou nos 7 a 1.


É muito mais provável que os italianos estejam com o "psiquismo profundo" destruído depois de desclassificados da segunda Copa consecutiva, e ainda por cima por Macedônia do Norte [!!!!!!!], do que os jogadores brasileiros.


Será algum trauma profundo na alma inglesa que os impede de retornar às finais de Copa do Mundo depois de 1966?


Os argentinos levaram um cacete de 6 a 1 da Tchecoslováquia em 1958, não se classificaram para a maior Copa da História [1970] e na seguinte levaram uma traulitada de 4 a 0 da Holanda de Cruyff. Venceram duas das três copas seguintes ainda assim. rs E depois de Maradona não preciso nem ficar me referindo ao acúmulo de frustrações por quais eles passaram, tomando de 5 a 0 da Colômbia em Buenos Aires, jogando repescagem de Eliminatórias, eliminados na primeira fase em 2002, tomando de 4 a 0 da Alemanha em 2010, tomando porrada de Croácia, empatando com Islândia [!!!!], amargando quase trinta anos sem vencer Copa América. São os atuais campeões do mundo. rs


As pseudo-explicações e estereótipos são legais para serem usados como brincadeiras, trollagens. Acreditar que sejam análises é delírio brabo.

0 comentário

Comments


bottom of page