top of page

Bolsonaro e Lula são polos opostos. Ou não?



Bolsonaro e Lula se contradizem em quase tudo. Eles se odeiam, são polos opostos. Ou não?


Alguns poucos elementos que os unem são:


1) a economia liberal, rentista, dominada por banqueiros, que desindustrializa o país;

2) a inserção do país na divisão internacional do trabalho como exportador de commodities;

3) o tripé macro-econômico de Armínio Fraga e um modelo de financiamento público que dá prioridade a uma dívida pública fraudulenta que engorda os bancos;

4) a necessidade de desmobilizar os movimentos sociais;

5) o discurso anti-corrupção que é herdeiro do udenismo;

6) a ideologia do ''Estado patrimonialista reprodutor de desigualdades'', que eles aprenderam na USP;

7) o conservantismo social, que os impede de adotar medidas que realmente sacudam a hierarquia desigual e neo-escravista da sociedade brasileira para além de medidas compensatórias aprendida em manuais liberais;

8) a a aliança com Edir Macedo, Silas Malafaia e pastores do mesmo naipe;

9) as concessões em direitos sociais, previdenciários e trabalhistas, com o avanço de terceirizações e a precarização contínua dos empregos;

10) o ódio pela Era Vargas.


É. São diferentes, mas, pensando bem, feitos um para o outro. Um verdadeiro casal 20 do liberalismo entreguista brasileiro.


0 comentário
bottom of page